Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ó Srª Engenheira!

Engenheira civil com uma grande afinidade com a sustentabilidade. Nesta minha casa virtual quero partilhar convosco o mundo da construção de uma forma acessível e agradável, a pensar no conforto de todos e no ambiente.

Ó Srª Engenheira!

Engenheira civil com uma grande afinidade com a sustentabilidade. Nesta minha casa virtual quero partilhar convosco o mundo da construção de uma forma acessível e agradável, a pensar no conforto de todos e no ambiente.

Aqua eXperience - Poupança de água e energia

Aqua eXperience é um projeto desenvolvido em conjunto com a ADENE - Agência para a Energia e a EPAL - Empresa Portuguesa de Águas Livres, para a educação, sensibilização e ação para a eficiência hídrica e nexus água-energia apoiado pelo Fundo Ambiental, no contexto da Estratégia Nacional de Educação Ambiental – ENEA 2020.

As alterações climáticas que conduzem a uma instabilidade ao nivel de precipitação, ora temos periodos de seca ora vem uma enxurrada e provoca inundações severas levam a tomar medidas para combater ou prevenir estes fenómenos ou os danos que causam, sejam eles materiais ou humanos. 

Assim, este projecto lança os seguintes objetivos:

 

aqua.png

 

 

Estima-se um potencial de poupança da água de, pelo menos, 30% e a poupança da energia usada para aquecer essa água conduz a economias combinadas de água e energia nos edifícios, que podem atingir os 50%. E com estas economias estamos a contribuir para:

 

aquq1.png

((imagens daqui))

 

 

Há mesmo um jogo onde poderás responder a algumas questões e obter o teu Aqua QI. É divertido. Também é possivel obter o ebook ou até mesmo fazer parte desta comunidade - Aqua Community.

 

 

Boas iniciativas para o contibuto da sustentabilidade e da preservação do planeta.

Será Portugal o país mais sustentável do mundo?

Portugal vive uma época próspera para o turismo. Há grandes investimentos e benefícios para adaptar edifícios para a actividade turística. Mas estaremos a implementar princípios de sustentabilidade a este turismo de "massa"?

 

Ana Mendes Godinho, Secretária de Estado do Turismo, sustenta o objetivo de tornar o nosso país no mais sustentável do mundo, criando valor e iniciativas em todo o território nacional, ao longo de todo o ano, com consciência sustentável (economia, social e ambiental).

 

Em 2018,  a SDSN (Rede de Soluções para o Desenvolvimento Sustentável da ONU) divulgou um ranking dos países mais sustentáveis do mundo, sendo a sua avaliação feita através do índice SDG que tem em consideração o cumprimento das metas dos ODS. Assim, o país merecedor do 1º lugar foi a Suécia. E porquê a Suécia?

 

Este país apresenta algumas ideias e iniciativas que estimulam a população a manter uma vida sustentável, assim como, procuram constantemente em criar soluções inovadoras para tornar o pais mais ecológico e sustentável. Assim, tem-se alguns exemplos:

 

-> Reciclagem: A Suécia recicla 1,5 bilhão de garrafas e latas por ano. Em termos de lixo , os suecos produzem aproximadamente 461 kg de resíduos por ano e menos de 1% acaba em aterros sanitários.

 

-> Produção de energia: O gás produzido na incineração do lixo é utilizado para o funcionameno de turbinas e geradores de produção de energia eléctrica, reduzindo assim as toxinas que se infiltram no solo, aquando os aterros sanitários.

 

-> Meios de transporte: de acordo com uma pesquisa da empresa Siemens, 93% dos suecos vão para o trabalho a pé, de bicicleta ou de transportes públicos. 

 

-> Centro comercial só com produtos reciclados: Chama-se ReTuna Återbruksgalleria, e nele encontram-se apenas produtos reciclados. Tem 14 lojas, um restaurante, uma área de exposição e um espaço educacional onde os suecos interessados ​​podem aprender a reciclar ainda mais. Os visitantes podem levar ao depósito do centro comercial objectos que já não usam, desde brinquedos a móveis, roupas, objetos decorativos e dispositivos eletrónicos. Após seleção, os objectos podem sofrer reparação, conversão ou aperfeiçoamento e depois são colocados à venda, ganhando dessa forma uma nova vida.

A sustentabilidade começa no comportamento e mentalidade da população, na criação e implementação de hábitos e o que podemos aprender com paíeses como a suécia é a consciensiaçiação de cada um de nós para esta prática.

 

Não esperemos pelos incentivos do governo. Cada um, com pequenos gestos e acções consegue fazer a sua parte para tornar um país mais sustentável. E quem sabe um dia não colocaremos Portugal numa ótima posição deste ranking. 

 

sustentabilidade.png

 

 

7 Idéias para fazer uma mini horta

Quem não gosta de ter sempre à mão ervas aromáticas fresquinhas e legumes acabadinhos de sair da terra? Nem todos podemos ter uma horta e o tempo que é necessário para o seu cuidado nem sempre é compativel com a correria do nosso quotidiano.

 

Mas é tão saudável e libertador, largarmos as tecnologias, redes sociais, netflix e metermos a mão na terra dando largas à imaginação. Aproveitamos assim para pouparmos nas compras, para pouparmos o transporte dos fornecedores aos locais habituais (emissões de CO2), para ajudarmos na produção de oxigénio e ainda evitamos a produção de lixo através da reutilização de materiais.

Seguem-se algumas idéias para começarmos uma mini horta em casa, aproveitando materiais "esquecidos" em casa ou reutilizando outros.  

 

  • Os frascos do café, das salsichas, das compotas.

mini.horta.jpg

 

  • As canecas e copos que já não utilizamos e que até são bem giros e servem de elemento decorativo.

minihorta2.jpg

 

  • As latas do chá, das frutas, das leguminosas.

mini horta3.jpg

 

  • O elemento de madeira. Por vezes temos peças de madeira de cadeiras velhas ou janelas em casa e podemos reaproveitá-las.

minihorta4.jpg

 

minihorta6.jpg

 

  • A utilização de tecido.minihorta5.jpg
  • Reutilizar garrafas de plásticos.

minihorta7.jpg

(ideias daqui)